Rádio ABC FM | Amor e Alegria Todo Dia.
Publicidade
Publicidade
Batatais/SP
Min.
Máx.
Batatais volta a realizar desfiles e shows em 2018 após 2 anos sem Carnaval
29/01/2018

Depois de 2 anos sem Carnaval, Batatais promete realizar em 2018 uma das maiores festas da história da cidade. Com promessa de colorir a avenida com desfile de cinco escolas de samba, dois blocos, trio elétrico e apresentações de shows musicais, a cidade do interior paulista espera atrair mais de 70 mil pessoas em sete dias de folia.

Segundo o presidente da União das Escolas de Samba de Batatais (Uesb), Ramsés Boragina, o espaço do sambódromo foi remodelado com praças de alimentação, parque de diversão, área vip e camarotes.

“Será um Carnaval familiar, como sempre foi, mesclando um pouquinho do Carnaval da Bahia com um pouquinho do Carnaval de Batatais”, disse.

Com repasse de R$ 600 mil da prefeitura, a programação tem início uma semana antes do calendário tradicional. No dia 2 de fevereiro, shows dos grupos ‘Molejo’, Bonde do Tigrão’, Axé Band Eletrico e Júlio César e Adriano prometem esquentar o público.

No dia seguinte acontece o desfile das escolas de samba Riachuelo, Unidos da Liberdade, Acadêmicos do Samba, Unidos do Morro e Castelo, além dos blocos carnavalescos Estação do Samba e Mocidade.

No domingo (4), a animação fica por conta da banda ‘Samba Raiz 6’. É quando o público também deve acompanhar a apuração dos votos para conhecer a escola de samba campeã.

Na sexta (9), a banda ‘Oba Oba Samba House’ volta a animar os foliões. No sábado (10), os shows ficam por conta das bandas ‘Chega pra Sambar’ e ‘Galeria do Samba’. No penúltimo dia de festa, ‘Sandami’ (ex-Sambô) sobe ao palco. Para encerrar a programação, segunda-feira (12) tem o desfile das campeãs.

Dois anos sem desfile

Considerado um dos mais tradicionais do interior paulista, o Carnaval de Batatais foi suspenso 2016 pela primeira vez em 11 anos, devido à queda de receita do município.

Na época, a prefeitura ofereceu o direito de as escolas de samba arrecadarem dinheiro com a venda de camarotes e ingressos no Sambódromo “Carlos Henrique Cândido Alves” em vez de obter o repasse anual de R$ 75 mil.

A Uesb justificou que, apesar de gerarem recursos próprios, as agremiações dependiam da verba municipal e solicitaram um aporte em torno de R$ 100 mil por escola. O município recusou o incremento por falta de condições, devido à queda de arrecadação tributária, e o desfile acabou suspenso.

No ano seguinte, além da falta de recursos, problemas com a documentação das escolas de samba impediram a realização da festa.

Expectativa

Fundada em julho de 2004, a escola de samba Unidos da Liberdade volta a desfilar espetáculo de cores e muita animação. Para o presidente, Nei Barbosa, todo trabalho será recompensado quando os integrantes estiverem na avenida.

“Ficamos dois anos sem fazer o Carnaval, mas esses dois anos nós viemos trabalhando no enredo, desenvolvendo a nossa história. Dá trabalho, mas é muito compensador”, disse.

O presidente da escola Castelo, Janderson César Ribeiro, que venceu o último carnaval da cidade, em 2015, garante que será uma festa de muita alegria e glamour.

“Estamos preparando um dos maiores espetáculos que a gente já fez. O maior desfile que a gente já fez e com muito carinho. A gente está pedindo o acolhimento da comunidade para dar esse voto de confiança pra gente fazer um belo carnaval novamente.”

Fonte: Portal da BTS
Clássicos da ABC
05:00 as 08:00
Publicidade
Peça a sua música!
Envie seu Pedido Musical preenchendo todos os dados abaixo:
Atendimento
Rua Arthur Lopes de Oliveira, 661 - Batatais/SP
Ligue agora
(16) 3761-9666
Horário de atendimento
24h