Pesquisadores da USP procuram mães que participaram de estudo há 10 anos em Ribeirão Preto, SP

Objetivo é saber o estado de saúde e o desempenho escolar das crianças atualmente.

Grupo pretende encontrar até oito mil mulheres.

Pesquisadores da USP procuram mães que participaram de estudo há 10 anos em Ribeirão Preto A USP Ribeirão Preto (SP) busca mães que deram à luz entre janeiro de 2010 e junho de 2011 e participaram de uma pesquisa do Núcleo de Estudos da Saúde da Criança e do Adolescente nesse período.

O estudo quer avaliar o estado de saúde das crianças atualmente e o desempenho na escola.

A estimativa é de que até oito mil mães sejam encontradas. A pesquisa foi desenvolvida simultaneamente em Ribeirão Preto e São Luís (MA) e avaliou as mães no pré-natal e nascimento.

Essa nova fase do estudo estava marcada para março de 2020, mas foi adiada por causa da pandemia da Covid-19. Sem atendimento presencial, a equipe decidiu atualizar os dados das crianças por meio de telefonemas e mensagens no Whatsapp.

Assim que as medidas de isolamento social forem revogadas, o grupo deve iniciar o trabalho de campo presencialmente. Fachada da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (USP) Divulgação/USP Os pesquisadores afirmam que os primeiros anos de vida escolar são importantes para avaliar a criança e querem investigar fatores associados ao crescimento e desenvolvimento para detectar possíveis doenças crônicas nessa faixa etária.

Eles também pretendem estudar o impacto da pandemia do novo coronavírus no processo de escolarização e na saúde mental das crianças e das famílias. O grupo lançou um formulário que pode ser preenchido por todas as mães que se encaixam na caraterística do projeto, mesmo que não se recordem de terem participado do estudo.

Já as mães que se recordam de terem participado da etapa inicial podem entrar em contato com os pesquisadores pelo (16) 99240-8044 ou nos perfis do grupo no Facebook e Instagram.

Os exames serão feitos na Unidade de Pesquisa Clínica do Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto.

Veja mais notícias da região no G1 Ribeirão Preto e Franca
Categoria:SP - Ribeirão Preto e Franca