Guarda Civil e Vigilância Sanitária impedem realização de baile funk em meio à pandemia em Franca

Organizador da festa e dono de imóvel alugado para a realização foram autuados e podem pagar multa de até R$ 10 mil.

Cartaz nas redes sociais divulgava o evento.

A realização de um baile funk na zona oeste de Franca (SP) na noite de quinta-feira (30) foi impedida pela Guarda Civil Municipal e Vigilância Sanitária.

O organizador do evento e o proprietário do imóvel em que a festa aconteceria foram autuados pela Prefeitura e podem pagar multa que varia de R$ 200 a R$ 10 mil.

Um boletim de ocorrência foi registrado e a dupla tem até dez dias para contestar a punição. Baile funk é impedido após fiscalização da Guarda Civil em Franca (SP) Guarda Municipal de Franca Denúncia Segundo o coordenador de políticas públicas de Franca, Luiz Carlos Vergara, o baile era anunciado por meio de um cartaz nas redes sociais.

Os agentes foram avisados em denúncias e compareceram ao endereço anunciado antes do início da festa.

“Por volta de 21h30, 22h, eles foram ao local e tudo dava indício de que realmente aconteceria alguma coisa ali.

Pessoas chegando, outras saindo”, explicou. Ainda de acordo com Vergara, essa foi a quinta vez que o organizador é autuado pela Vigilância Sanitária.

Franca está na fase vermelha do Plano São Paulo.

Portanto, a realização de festas está proibida, já que nessa etapa de retomada somente os serviços considerados essenciais podem funcionar. O último boletim epidemiológico da Secretaria Municipal de Saúde aponta que o município tem 1.268 moradores infectados e 33 óbitos causados pela doença. GCM impede realização de baile funk em Franca (SP) Guarda Municipal de Franca Initial plugin text Veja mais notícias da região no G1 Ribeirão Preto e Franca
Categoria:SP - Ribeirão Preto e Franca