Robô da Fiocruz confirma Covid-19 em 60% de pacientes testados na 1ª semana em Ribeirão Preto, SP

Laudos são de pessoas que apresentaram sintomas leves da doença.

Equipamento vai processar até 800 testes por dia a partir da próxima semana.

Os primeiros testes processados por um robô da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) confirmou a Covid-19 em 60% dos exames de pacientes analisados em Ribeirão Preto (SP). O equipamento, que esta semana começou a ser utilizado em fase de treinamento, apontou o diagnóstico positivo em 600 dos mil testes analisados. De acordo com o diretor da Fiocruz em Ribeirão Preto, Rodrigo Stabeli, todos os exames são de pacientes com sintomas leves do novo coronavírus, público responsável pela fila de mais de cinco mil laudos represados na cidade.

Robô da Fiocruz começa a ser testado em Ribeirão Preto (SP) Reprodução / EPTV "Todos os testes que são colocados para esse consórcio da Prefeitura, Fiocruz, Supera [Parque] e das empresas vêm de síndrome gripal leve, ou seja, as pessoas que chegam às unidades especializadas de atendimento, mas que estão com capacidade de andar, de serem tratadas em casa.

As pessoas que estão em regime de internação, ou na enfermaria ou na UTI, a gente tem uma dinâmica de se fazer o teste rapidamente e isso é feito", explica. A expectativa é de que o número de confirmações oficiais do novo coronavírus na cidade aumente a partir da próxima semana, quando, segundo Stabeli, o robô deve operar com sua capacidade máxima de processar 800 resultados por dia.

A tecnologia será utilizada por uma equipe de 30 profissionais. Até o início da tarde desta sexta-feira (31), Ribeirão Preto tem 13.421 casos e 363 mortes confirmadas do novo coronavírus. Com o ganho de escala, as autoridades em saúde terão informações mais precisas sobre a incidência da Covid-19 nos diferentes bairros e melhorar as condições de atendimento. "Essa é a dinâmica que a gente quer estabelecer.

Uma vez a gente colocando em prática os testes diários, de forma que a pessoa faz o teste de manhã e à noite ela já tem o resultado, a gente consegue humanizar o atendimento dando melhores condições de tratamento para essa pessoa e em caso positivo fazer o isolamento devido para que a gente interrompa o foco de transmissão da doença", afirma Stabeli. Veja mais notícias da região no G1 Ribeirão Preto e Franca Initial plugin text
Categoria:SP - Ribeirão Preto e Franca